Escorrega até o pecado

Advertisements

Selado

 Seus segredos estão enterrados

em minha pele alva, aguardo

ser purificada do nosso pecado,

neste exílio amargurado.

 

Minha inocência é sangue, vazou

das minhas pernas longas, você

reza, chora, faz drama, foge com

a cruz e implora por perdão.

 

Deus amado há de lhe banir,

padre amaldiçoado, arrancou

meu selo sagrado, fugiu com

a lúxuria, largou-me com a fúria,

sem reza nem diabo.